sábado, 18 de dezembro de 2010

Desejos Impuros - Parte 9 - O Chamado

Depois disso, fomos para o intervalo. Recebemos pessoas ainda mais curiosas por causa dos olhos de Carol. Todos queriam saber a fonte de sua beleza, que havia sido ainda mais realçada com a transformação. Mas os olhos de Thalita também eram lindos, encantadoramente azuis. O que me despertou uma dúvida, que cor estaria os meus olhos agora depois da transformação? Consegui me dispersar um pouco do grupo, fui para o banheiro, me certifiquei de que não havia ninguém mais lá e tirei meus óculos.

Para a minha tristeza eles estavam normalmente castanhos escuros. Arfei e pensei: "Vampirismo não funciona comigo." Voltei para sala e sentei entristecida na minha carteira, quando recebi um chamado, era a voz de Franco Rosenberg falando na minha cabeça (Ótimo, além de vampira sou esquizofrénica agora), ele estava pedindo para que nós (Eu, Carol e Thalita), nos dirigíssemos para os fundos do colégio. Mal levantei da carteira, Carol e Thalita já estavam a minha espera e fomos todas juntas.

Ao chegarmos ao local previsto demos de cara com Franco virado de costas para nós e olhando pro nada. Percebendo a nossa chegada ele se virou, nos deu Bom dia, e começou a andar para os lados iniciando um breve discurso: "Sinto muito por tê-las transformado desse jeito chega a ser grosseiro, mas era a única maneira. Se eu propor-se a vocês que fossem transformadas jamais aceitariam. Então fiz aquela armadilha, mas foi por uma boa causa eu as garanto. Como podem ver estou ficando velho. (Velho? só na cabeça dele). E não posso mais ficar guardando esse segredo comigo. Então escolhe vocês para fazerem parte do novo clã vampiro, The Black Roses ou como devo chamar, As Rosas Negras."

2 comentários:

♪ Dαyαnє ♪ disse...

Oi, :)

Sabe, não sei o que sentir por esse Franco... rs' Se bem que é meio difícil ficar com raiva de alguém com a aparência e maneiras do Ian =**

Vou continuar lendo, com certeza o/

~> Beijusss...;*

Lαurα Fernαndez ❤ disse...

Daayy, minha floor *--*

Você está mesmo disposta a ler o livro!
Não fique com raiva de Franco, é só jeitão dele de ser. Ás vezes feliz, outras triste, bravo.
Mas eu garanto que no final você vai acabar gostando dele, no mínimo.

Beijos e até mais ❤
Obs: Existe alguma forma de sentir raiva do Ian com aquela cara de gatinho *---* Acho que não.