quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Desejos Impuros - Parte 22 - Corrida Contra o Tempo

- Agora vá para a sala, ok? - Falou Franco.
- Nossa... Eu já tinha me esquecido. - Respondi passando a mão no cabelo e com o olhar perdido.
- Sei. - Respondeu Franco acreditando nem um pouco no meu repentino esquecimento.
- Professor, você não vem? - Perguntei me distanciando dele.
- É melhor não sermos vistos juntos. Ainda mais depois daqueles gritos que você deu. - Respondeu Franco rindo.

Depois disso, ele desceu pelas escadas e simplesmente desapareceu. Era incrível como o humor de um homem poderia variar tão depressa. Ele estava dando uma bronca em mim há sete minutos, e agora ele estava tão alegre e companheiro. Às vezes penso que nunca vou me acostumar com o jeitão dele de ser, mas com certeza era algo fascinante pra mim. Lá estava eu, correndo contra o tempo outra vez, tentando chegar o mais rápido que eu pudesse naquela sala, porém eu não contava com uma surpresa. Cheguei na sala, bati gentilmente na porta e entrei. Quando olhei para a mesa do professor e vi Aline (Nossa professora de Inglês). Respirei fundo e caminhei até a minha carteira pensando que ela não fosse perceber que eu havia chegado atrasada, mas ela percebeu.

- Milena, onde você estava? - Perguntou Aline.
- Eu estava na enfermaria. - Respondi tentando me recompor da corrida.
- Sei. Cadê a autorização? - Perguntou Aline duvidando da minha resposta.
- Eu esqueci de pedir. - Respondi passando a mão na cabeça.
- Sei. Então pode se dirigir para a coordenação. Sem autorização na minha aula você não fica. - Falou a professora apontando para a saída.
- Mas... Eu não estava lá sozinha. Carol estava comigo na enfermaria. - Respondi tentando conseguir um álibi, eu sabia que se Carol confirmasse a minha história, a professora iria me deixar ficar.
- É verdade Carol? - Perguntou a professora.
- Eu não vi nada. - Respondeu Carol com a maior cara de sínica.
- Mas... Ela estava lá comigo. - Argumentei desesperada enquanto eu ouvia Carol sussurrar com as outras garotas.
- Milena já para a coordenação. - Falou a professora imponente.

Eu estava me dirigindo para a porta da sala. Quando um anjo intercedeu por mim:

- Professora eu vi ela na enfermaria. - Falou Thalita se levantando da carteira.
- Sério? Me conte melhor essa história. - Perguntou a professora.
- Eu não estava me sentindo bem. Carol me levou até a enfermaria e eu vi Melina sentada na cama. Ela estava passando muito mal, gritando de dor. Acho que ela exagerou no pastel de Frango. - Respondeu Thalita enquanto todos riam na sala.
- Mas como Carol não a viu? - Perguntou a Professora.
- Eu... - Falou Carol querendo se intrometer.
- Carol só me levou até enfermaria, professora. Depois ela saiu. - Respondeu Thalita cortando a fala de Carol.

Então me virei para a professora e perguntei:

- Posso ficar?
- Pode. Mas da próxima vez quero sua autorização em mãos mocinha. - Respondeu a professora pegando o piloto e começando a correção da página 7.

Sentei na minha carteira muita mais aliviada, olhei para a Thalita e disse: "Obrigada". Thalita respondeu: "Conte comigo". Após termos nos falado, Carol olhou para Thalita com uma cara de raiva. Acredito que ela tenha gostado nem um pouco do que aconteceu, problema é dela. O importante é que dessa vez eu havia escapado da coordenação. Sem anotações, sem reclamações, sem puxões de orelha da coordenadora. Eu estava em paz. Depois do intervalo tínhamos mais dois horários de aula, que passaram rapidamente. E finalmente bateu o sinal. Peguei a minha mochila e logo saí da sala antes que começassem os interrogatórios e as piadinhas de mau gosto.

Eu estava andando tranquilamente pela rampa. Quando ouvi a voz de Franco dizendo: "Minhas queridas rosas negras, me encontrem no estacionamento atrás do 5º prédio em cinco minutos". Após ter escutado a mensagem de Franco comecei a correr, eu não queria me atrasar, não dessa vez. Passei correndo por salas, corredores e até prédios para chegar no local combinado. E o mais surpreendente de tudo isso foi que Thalita e Carol chegaram antes de mim. Ainda respirando ofegante e tentando me recompor pude ver Franco chegando com o Sandero vermelho. Ele parou perto da gente de óculos escuros e perguntou: "Querem uma carona?" Todas nós ficamos super animadas.

Carol, sempre querendo se manter próxima a Franco Rosenberg, sentou-se ao lado dele. Já eu e Thalita fomos atrás. Franco deu a partida e dirigiu em direção a portaria do colégio. Todos os alunos se surpreenderam vendo a gente dentro do carro, todo mundo olhando e comentando. Carol fez a maior pose dentro do Sandero, Thalita ficou assustada com tamanha atenção que estávamos recebendo, já eu tentei me esconder debaixo do casaco jeans e só o tirei quando entramos na pista.

19 comentários:

Cinderela ao Contrário... disse...

Oi Laura,
Parabéns! É impossível não gostar da sua história e dos personagens que você criou... eu pessoalmente gosto muito da sua história, a cada capítulo que leio fico mais e mais curiosa... Mal posso esperar pelo próximo! :)
xoxo

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oie Cinderela,
É sempre bom ler um comentário de uma pessoa tão antenada as novidades literárias como você.
Agradeço os seus elogios em relação a saga, e é como eu sempre digo: É impossível não se apaixonar.
Eu prometo que capítulo 23 será escrito em breve.

Beijos ;*

Marrisa disse...

Você é muito má ¬¬ você não pode deixa agente ansiosa assim...
Eu to loca pra saber o que acontece agora... Não sei por que mais a cada dia que passa eu odeio mais ainda a Carol ¬¬ (ser detestável ela en?)
Eu acabei de me tocar de uma coisa, a Thalita foi a primeira a se transformar, a Carol foi transformada por que era Thalita (a Melina foi de azarada mesmo)... Isso quer dizer que a Thalita tava pegando o Franco *o*??? OMG!!! OMG!! Eu to certah?

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oie Mariii,
Eu não sou malvada não, é porque eu gosto de fazer suspense, e deixar vocês assim loucas para saber o próximo capítulo.
Carol é a vilã da história agora, porém mais pra frente vocês vão ver que ela tem uma história triste pra contar (Afinal, ninguém é vilão por acaso).
Sobre a sua pergunta: Carol foi transformada, porque ela é descende de vampiros e de alguma forma inexplicável o sangue dela atraía Franco Rosenberg, só que ele não deixava isso transparecer.
E sim, de fato Thalita foi a primeira transformada e Melina foi a azarada ou a sortuda da vez... Quem sabe?
E a resposta da outra pergunta: Não, Thalita é uma protegida do Franco. Ela veio para essa cidade com o propósito de ficar perto da amiga e receber a proteção de Franco.
Já que em São Paulo, ela estava correndo perigo.
Mel, deus. Desse jeito você vai me fazer contar a saga toda.
Quer uma dica? Continue lendo que pela história você vai descobrir todo esse mistério. Adorei as perguntas, viu? *--*

Beijos e até mais ❤

Pollyanna Alves disse...

Laura Fernandez você é muito dez.
Eu amo histórias com vampiros e tenho muitos livros que eu amo, mas a sua é a melhor, eu posso ler autores consagrados no mundo vampiresco como a Anne Rice, mas foi a simplicidade, mistério e romance de Desejos Impuros que me conquistou.
Não tenho como colocar em palavras o como eu gosto porque é tipo PERFEITO, tirando o seu suspense que faz qualquer um subir pelas paredes. Mas esse suspense que você cria deixa um gostinho de quero mais tão bom.

E pode ficar tranquila que eu sempre vou estra aqui te enchendo o saco a cada novo post.
Beijos

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oiie Polly, você que é dez... melhor mil. *---*
São leitores como você que animam mais o meu dia, e que me dão mais forçar para continuar escrevendo Desejos Impuros.
Eu fico muito mais muito feliz que vc tenha se apaixonado pelo meu livro, que é escrito de maneira tão simples e objetiva.
Sou marinheira de primeira viagem, mas depois desse comentário seu, eu tenho certeza que acertei em cheio quando comecei a escrever o primeiro capítulo em março de 2010.
Seu conhecimento sobre a literatura vampiresca é fantástico.
E me sinto privilegiada por tais elogios, comparar Desejos Impuros com Anne Rice, uma autora consagrada, realmente é demais para o meu coração.

Muito obrigada pelo apoio, te espero no próximo post.
Beijos e até mais ❤

Pollyanna Alves disse...

Laura, já respondi no meu blog o seu comentário.
Fiquei muito feliz com seu convite e é lógico que eu topo, você virou uma das minhas escritoras favoritas de verdade, e sinceramente você tem futuro.

Pollyanna Alves disse...

E quase esqueci, tomei vergonha na cara e fiz um link-me e já tá lá no blog.

Neiva Meriele disse...

Lauraaaaaaaaaa, é a primeira vez que leio e já estou gamadinha, vc é doida ou o que? Me conta essa história direito, foi vc que criou? E pq está disponibilizando assim de graça no seu blog? Quero saber tudinho, conta vai...

Caroline disse...

Oie flor, estava passeando pela blogsfera quando encontrei vc! Nossa que blog lindo, amei amei e amei. E essa história? Meu Deus, eu só li esse cap ainda, mas já estou com uma raivinha da Carol (e olha que eu sou Carol tbm viu) e tô amando a Thalita! Vou fuçar mais aqui pra descobrir o que são essas tais de Rosas Negras e já estou seguindo o seu blog, se puder, de uma passadinha lá no meu tbm, beijos.
http://serietrinita.blogspot.com/

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oiie Polly, minha floor *--*

Já adicionei o seu "link-me" as parcerias. Falando nisso eu também preciso tomar vergonha na cara e fazer o meu.
Você é que me deixa muito feliz aceitando essa parceria, que vai ser maravilhosa, eu garanto.
Agradeço os elogios e ainda digo mais o seu blog se tornou um dos meus vícios, não paro de ler, simplesmente amo os seus textos.

Um beijão pra você e até mais ❤

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oiie Neivaaaaaaaaaaaaaaa *--*

Fico muito feliz que tenha gostado da história. Agora vou responder as suas perguntas:
Flor, eu não sou doida não, essa idéia de escrever uma história vampiresca no blog, começou como uma brincadeira entre amigas.
Durante o intervalo entre uma aula e outra eu sentia tédio, e como não tinha nada pra fazer eu pegava meu caderno e escrevia frases, textos, e até desenhava animes com o nome dos personagens.
Uma das minhas amigas pegou esse caderno, leu, gostou e me fez a proposta de escrever um livro. Só que eu não achava a história boa o bastante para escrever um. Eu precisava da opinião de outras pessoas.
Então eu dei uma contraproposta, falei pra ela que iria postar o primeiro capítulo no blog e que se alguém comentasse que gostou e tal, eu continuaria e escreveria o livro. Ela topo, fez o blog e eu cuido dele até hoje.
Essa é a história, na verdade é uma parte dela.
Prometo contar mais no próximo tópico que farei.
Mas adorei as perguntas, de verdade.

Continue acompanhando a saga.
Beijos e até mais ❤

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oie Caroll *--*

Obrigada pelos elogios, você é muito gentil.
Está com raiva da Carol? Nós tambeém >:D
A Thalita sempre foi um amor de pessoa, quer dizer vampira. Ela é muito amável.
Fique a vontade para fuçar onde você quiser, o blog foi feito pra você e para todos os blogueiros da face da terra - hsuhasuashhas :)
Já fui lá no seu blog, estou te seguindo, e lá é simplesmente lindo, todo arrumandinho, o template é um sonho, você tem muito bom gosto.

Agradeço a sua visita.
Continue acompanhando a saga.
Beijos e até mais ❤

Caroline disse...

Oie flor, só respondendo aqui o comment que você deixou lá no blog, primeiro, obrigada pelos elogios e aa vou mudar ainda o layout do blog, tem um novo e melhorado em construção já, rsrs.
Epaaa, calma ae, um amor de vampira? =OO Nem sabia que ela era vampira, aí Deus, to cada vez com mais vontade de acompanhar essa história inteira.
Quanto a parceria eu adoraria! Amanhã mesmo já estarei colocando seu banner no blog! Será uma honra pra mim flor. ^^
Bjbj
http://serietrinita.blogspot.com/

Marrisa disse...

Ah errei feio entaum, rsrsrs, mais ele se sentiu atraído pelo sangue da Carol?! Que mal gosto do franco¬¬ (hushsus)? E você é maligna e cruel sim, eu PRECISO de mais capítulos *~*, to super ansiosa pra saber aonde ele ta levanto ela, na verdade eu fico louca pra ler o capitulo 33 (gostei tanto daquele trechinho ♥)

Bjoos
Ps: Você nunca pensou em mandar seu livro pra alguma editora? tua historia é muito fodastica.

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oie Carool, *--*

Eu sabia que você ia gostar da história, é como eu sempre digo, é impossível não se apaixonar.
Quanto ao link-me do meu blog... Ele está em contrução, mas eu prometo terminá-lo e divulgá-lo ainda hoje, tá?
E a honra dessa parceria é toda minha.

Beijos e até mais ❤

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oiie Marii *--*

HSUHASUHASUH - Bota mal gosto nisso.
Ahh... Sobre os próximos capítulos... Calma gente eu estou escrevendo. Nada aqui é pronto.
Vocês precisam manter a calma. Estou numa semana meio complicada. Então... eu necessito muito da cooperação de vocês.
Gostou do trechinho foi? Vai ter que esperar, ainda faltam 10 capítulos.
Muitas coisas iram acontecer ainda nessa saga.
Agora mandar meu livro para uma editora é complicado, deixa eu terminar essa primeira parte da saga, que eu penso se mando ou não.

Beijos e até mais ❤

Neiva Meriele disse...

Laura, sua história é fantástica, tem que escrever e publicar um livro. Já imaginou se Nicholas Sparks ou Nora Roberts ficassem colocando suas ideias ao vento? Você é muito talentosa guria, valoriza isso hem? Beijos linda.

# Lαurα Fernαndez c੭ disse...

Oiie Neivaa *---*

Agradeço o elogio, mas o problema é que sou um pouquinho preguiçosa para escrever e ás vezes nem sempre eu gosto do que eu escrevo.
Então.. Prefiro escrever a história aqui mesmo no blog e receber vários elogios de vocês, do que mandar para as editoras ouvir milhares de nãos.
Eu talentosa? Nossa.. Obrigada. Mas escritores de verdade precisam de tempo, e eu não estou tendo muito ultimamente.
Pode deixar que vou valorizar sim o meu talento, mas aqui escrevendo a história pra vocês.

Beijos e até mais *--*